Como mensurar o desempenho no e-commerce






O eterno dilema de como mensurar o desempenho no e-commerce é uma dessas tarefas vitais na gestão profissional de uma loja virtual que costuma ser negligenciada. O curioso, é que no ambiente físico, essa é uma das principais preocupações do lojista. Parece haver um mito fortemente enraizado de que pelo simples fato de adquirir um sistema de loja virtual, todas as funcionalidades que podem influenciar no desempenho de vendas já estarão plenamente configurados e por isso, não é necessário um acompanhamento minucioso de todas as etapas envolvidas no processo de venda. Puro mito e uma tremenda armadilha.

Quais as ferramentas para mensuração de desempenho no e-commerce
Em nosso curso sobre criação de lojas virtuais, chamamos atenção dos novos empresários para a importância dos processos e ferramentas de mensuração de desempenho no e-commerce, justamente para que ao iniciarem suas operações possam contar com esse tipo de monitoramento. Ao contrário do que possa parecer, ter um sistema completo para o acompanhamento de todos os passos dos usuários durante o processo de venda é incrivelmente simples. O Google Analytics, uma ferramenta gratuita do Google, pode nos dar todos os dados necessários para a avaliação do desempenho da loja, sem que isso exija nada em termos de programação.

Um bom sistema de lojas virtuais, necessariamente inclui entre seus recursos o monitoramento através do Google Analytics adaptado para o gerenciamento de e-commerce. Faço essa menção, porque existe uma versão do GA voltada para o monitoramento de sites de conteúdo e outra especial para e-commerce. Com essa versão mais completa instalada, basta ao gestor de e-commerce inserir o código fornecido pelo Google para que imediatamente, todas as visitas à loja passem a ser monitoradas.

Entre os diversos dados que o Google Analytics para comércio eletrônico pode fornecer, eu destaco:

Receita total da loja;
Taxa de conversão;
Valor médio do pedido (Ticket Médio);
Desempenho do produto;
Visitas de compra;
Dias de compra.
Além dessas funções, na nova versão contamos também com o Google Analytics Content Experiments, uma ferramenta muito interessante para criação e análie de Testes A/B, sempre uma ferramenta de aprimoramento de uma loja virtual.

Se você levar em consideração que através do Google Analytics podemos exportar esses dados para uma planilha Excel e trabalharmos da forma que quisermos com os números, uma série de outras métricas de desempenho podem ser extraídas.



Analisando os dados
Uma vez exportados os dados e determinados quais são os melhores KPIs para mensuração dos resultado no e-commerce, caberá ao gestor de e-commerce interpretá-los sob o ponto de vista da web análise e identificar possíveis gargalos no processo de compras como, por exemplo, carrinhos de compra abandonados, taxa de rejeição acima do normal ou desistência no momento de preenchimento de formulários, só para citar alguns.

Uma vez identificados esses problemas, ai sim, podemos tomar uma série de medidas para solucioná-los uma vez que se tratam de problemas geralmente ligados a estrutura da loja. Também na área do marketing digital, temos uma série de indicadores que em sintonia com indicadores como resultados do AdWords, podem nos ajudar a melhorar o desempenho das campanhas.

Portanto, ao criar estruturar seu projeto de e-commerce, não deixe em segundo plano essa etapa, pois a implantação de mecanismos de mensuração de desempenho no e-commerce é fundamental para o sucesso da sua loja virtual.

Alberto Valle, consultor e instrutor do Curso de E-commerce

 

Fonte: blogdoecommerce.com.br