Compra de lavagem de carro pela internet de empresa não existe






 
A faixa foi colocada um dia depois que Luciano foi até o suposto lava-jato. (Foto: João Garrigó)


Ontem (18) ao chegar ao endereço descobriu que nunca existiu lava-jato no local, diz.A aquisição de serviço em um site de compras coletivas sul-mato-grossense virou frustração para Luciano Pereira de Faria. Ele conta que comprou uma lavagem de carro "ecologicamente" correta com cera, polimento especial completo no dia 28 de março por R$ 24,90 no cartão de crédito.

As compras pela internet se tornaram uma febre. De roupas a escova progressiva, tem milhares de produtos ou serviços a serem adquiridos. Para alguns a oferta torna-se irresistível.

No anúncio a empresa está localizada na Rua das Planícies, no bairro Chácara Cachoeira - conhecido como um dos mais valorizados da cidade, mas na realidade é no bairro Flamboyant, em Campo Grande.

Quando chegou no endereço Luciano se surpreendeu, o lava-jato era muito diferente do que foi anunciado no site. A lavagem seria feita por uma mangueira comum. O rapaz que iria fazer o serviço perguntou se queria que devolvesse o dinheiro, ele disse que sim.

O homem entrou na casa, e ao voltar estava com um facão, garante o comprador. “Cai fora, senão vou te furar, e jogou a chave de seu veículo no pára-brisa", disse Luciano.

Reclamações - O superintendente do Procon (Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor), Lamartine Ribeiro disse que de janeiro até março foram 94 reclamações de clientes que compraram pela internet e foram lesados.

Lamartine alerta para quem for comprar pela internet verificar primeiro se a empresa tem reclamações no site do Procon, se alguém conhecido já comprou. Conferir também nome, telefone, endereço e principalmente nunca comprar o produto a vista.

De acordo ele no site consta que o nome do lava-jato é Eco-Wash, mas é um nome fictício e não há nenhuma placa indicando que ali funciona uma empresa.

Luciano mostra o voucher (cupom) que imprimiu após compra. (Foto: Kaio Oshiro)

Campo Grande News foi até o suposto lava jato e apesar de ter uma faixa orientando o serviço ninguém foi localizado pela reportagem, no número do celular indicado no cartaz chamou até cair e na segunda tentativa estava desligado. "Colocaram essa faixa depois, quando eu fui não tinha nada específicando", lamenta Luciano.

Veja relação dos sites de compras que tem reclamações no Procon

B2W Companhia Global do Varejo 5º lugar no ranking com 94 reclamações, já em 2º lugar vem o site Comprafacil.com 12 reclamações, Decolar.com.Ltda vem em 3º lugar com 4 reclamações, em 5º MPtudo.com que tem 4, Pontofrio Comércio Eletrônico S/A vem com 3 reclamações, Centauro.com tem duas, Multstock.com e Voador.com tem uma reclamação cada.

Para mais informações é só acessar o site do Procon http://www.procon.ms.gov.br/ ou entrar em contato pelo telefone 3316-9800.

 

Fonte: campograndenews.com.br