6 fatos sobre o Twitter revelados em pesquisas recentes






Twitter é igual reunião de família: todo mundo fala, ninguém escuta. Uma pesquisa divulgada esta semana comprovou isso: 7 a cada 10 tweets são ignorados! Além disso, pouco mais de 1% das conversas via microblog vingam e chegam a 3 replies. Listamos 6 fatos sobre o Twitter, verificados em pesquisas recentes, para te ajudar a manjar ainda mais sobre essa rede social. (E, se você curte lançar tendência, leia a lista até o final porque a última dica pode ser valiosa.)

1- 71% dos tweets são ignorados

Uma pesquisa realizada pela consultoria Sysomos revelou que uma parcela extremamente pequena dos tweets atinge um grau de relevância que incentiva outros a darem reply ou retweet. Eles analisaram 1,2 bilhões (sim, BILHÕES!) de tweets postados entre agosto e setembro de 2009 e verificaram que apenas 29% (ou 3 a cada 10) deles recebem algum tipo de resposta – seja RT ou reply. Pense nisso se você costuma dedicar horas e horas nessa atividade twitteira.

2- As novidades só bombam na primeira hora
A mesma pesquisa também revelou que 92,4% dos retweets acontecem até uma hora após o original ser publicado. 1,63% dos retweets acontecem na segunda hora e 0,94% rolam na terceira. Essa informação é meio óbvia porque, dependendo do número de pessoas que você segue, os posts somem em questão de segundos. Então, se o tweet com a piada brilhante que você inventou não foi reproduzido até uma hora depois de ter sido postado, pode esquecer – há poucas chances de ele bombar depois disso. No caso de replies, a chance de eles ocorrerem depois de 1h é ainda menor: 96,9% deles ocorrem na primeira hora, enquanto míseros 0,88% ocorrem na segunda.

3- Apenas 1,53% das conversas no Twitter chegam a ter mais de 2 respostas
Definitivamente, conversas via Twitter não costumam ir muito em frente. De todos os tweets que geraram resposta na pesquisa anterior, 85% deles receberam apenas um reply. 10,7% renderam um reply do reply (a conversa teve, então, dois níveis) e apenas 1,53% das conversam chegam ao terceiro nível, com três replies. Como Twitter não é chat amizade e não faltam mensageiros instantâneos por aí, isso não deixa de ser uma boa notícia. Que atire a primeira pedra quem não se irrita em ter sua timeline preenchida por conversas alheias.

4- Links relacionados a ciência e tecnologia estão entre os mais compartilhados em redes sociais
Você já se perguntou que tipos de links são mais compartilhados nas redes sociais como Twitter, MySpace e Facebook? Pois a 
CNN fez uma pesquisa mundial com 2.300 pessoas entre junho e agosto deste ano e descobriu que 65% dos links contêm histórias de fatos em andamento, 19% envolvem notícias quentes e 16% são de fatos engraçados ou bizarros. Em relação ao tema, os assuntos de maior destaque são as notícias que envolvem cenas espetaculares, ciência e tecnologia, histórias de interesse humano e dinheiro e negócios.

5- Brasil é o segundo país onde o Twitter mais cresce
Só em junho de 2010, mais de 93 milhões de pessoas com mais de 15 anos acessaram o Twitter (sem contar serviços como o TweetDeck) no mundo, segundo pesquisa da 
ComScore, o que significa um aumento de 109% em relação ao mesmo período do ano passado (que contou com pouco mais de 44 milhões de visitantes únicos). O Brasil é o segundo país em que houve maior aumento, com 20,5% dos internautas visitando o site. O primeiro ligar ficou com a Indonésia, que teve um índice de 20,8%, e em terceiro vem a Venezuela, com 19%.

6- Seus tweets têm mais chances de bombar às terças e quartas-feiras

Se você curte lançar tendência no Twitter, essa informação é muito valiosa! Uma pesquisa da Royal Pingdom revelou que as pessoas twittam mais às terças e quartas-feiras (talvez por serem os dias menos corridos no trabalho) e o volume de posts vai aumentando da hora do almoço até por volta das 17h, quando o número se estabiliza num ponto alto. Então, ó: para fazer seu tweet bombar, poste links bacanas numa terça ou quarta-feira a partir das 17h.

Fonte: http://super.abril.com.br